Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. (antónio casteleiro)           SEJA SOCIAL          PARTILHE este blog           COMENTE individualmente os textos ou passe pelo LIVRO DE VISITAS ...


Home » Natal

No motociclismo todo o dia é de Natal

16 Dezembro 2006 42.524 views Não Commentado

Antonio CasteleiroNos finais de ano temos as nossas caixas de correio lotadas com diversas campanhas em prol das comunidades carentes.

Houve-se inúmeras vezes um pregão de catos solidários.

Todos os anos se repete. Não acreditamos…. pois, são os useiros e vezeiros todo o ano só nestas alturas.

Um olhar atento ao nosso meio moto ciclístico o amparo a estas comunidades não ocorrem somente no final de ano com a proximidade do Natal. Para nós motociclistas o NATAL É O ANO TODO. Pois participamos intensamente em todos os tipos de campanha que visa o amparo á comunidade carente.

Não divulgamos nossos trabalhos em prol destas comunidades, pois acreditamos ser este nosso trabalho como cidadão e motociclista, às vezes a Imprensa divulga, mais somente a faz para na maioria das vezes fechar suas edições que ainda estão incompletas

Os motociclistas desenvolvem um trabalho social em silêncio e sem interesses pessoais, não ficam criticando o Governo ou exigindo dele uma atuação a estas comunidades. Procuram resolver os problemas destas comunidades através de um trabalho dirigido por voluntários, que com esta atitude vai pouco a pouco construindo uma solidariedade, aquela solidariedade que falta e é constantemente esquecida, só lembrada por políticos em campanhas eleitorais ou por falsos benfeitores nestas épocas Natalícias.

Os motociclistas são solidários, todo o ano. Estão pouco a pouco, irmanar os povos e desarmar aquela noção de fronteira social. Provam isso todos os dias antes dos outros. A bandeira que defendem é a da justiça social e da paz pela paz.

Nos motociclistas há todo o tipo de classe social, religião, raça, credo político. Quem vê entre eles grandes conflitos? Haverá noutra classe mais respeito uns pelos outros? Em solidariedade quem são iguais?

Em uma creche de menores abandonados, em que participei numa visita mensal e ajuda de gêneros alimentícios, fizeram umas perguntas entre os menores, e uma das perguntas foi: que profissão queria ao sair da creche. Como o voto era divulgado pelos participantes, a maioria queria qualquer emprego que pudesse comprar uma moto e ser motociclista, para poder continuar ajudando a creche. Não consegui ficar até o final da festa, pois a emoção foi muito forte.

Este é o meio maravilhoso cultuado pôr irmãos, desenvolvendo um trabalho digno, desprovido de qualquer outro interesse ao qual ORGULHO DE PERTENCER.

A todos um Feliz Natal, com a certeza do dever cumprido.

Licença Creative Commons   Este trabalho de Antonio Casteleiro, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.antoniocasteleiro.com

   Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. Sobre o que escrevo, muitos dos que me lerem estarão de acordo e muitos outros discordarão. Não há mal nenhum nisso. Assim uns e outros saibam respeitar uma opinião contraria. Antonio Casteleiro.