Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. (antónio casteleiro)           SEJA SOCIAL          PARTILHE este blog           COMENTE individualmente os textos ou passe pelo LIVRO DE VISITAS ...


Home » Editorial

O beijo!

29 Março 2008 47.604 views Não Commentado

Antonio CasteleiroBem, acredito que uma das maiores transformações que o tempo opera, consiste em acelerar nossos questionamentos e ampliar o nosso olhar.

Mas tal facto, eu  não saberia dizer  se é pró ou contra o nosso entendimento.

Dizem que envelhecer é uma arte, e começo a concordar com essa assertiva, porque talvez o mais artístico seja realmente  adaptarmo-nos à rápida “evolução” do tempo… e dos costumes.

Quero aqui reportar-me ao BEIJO.

Nós, seres humanos, temos uma tendência ao conservadorismo.

Embora nos esforcemos para acompanhar as transformações, eu considero quase impossível  desligarmo-nos das nossas raízes sócio culturais, porque são partes integrantes da nossa precoce “constituição” enquanto seres inteligentes.

Se de facto os costumes mudam… e mudam demais, não é menos verdade que também mudamos, mas não tão rapidamente!

O beijo por exemplo.

Não estou aqui falando apenas do beijo “social’, daquele ato mecânico que faz parte das nossas saudações interpessoais.

Reporto-me ao ato sensual e íntimo que coroa nossas relações de apaixonamento, ou as de amor.

Perceberam como o beijo  se banalizou na corrida evolução dos anos?

Talvez alguém mais jovem que me lê, não consiga alcançar minha sensação, mas não estou a criticar, apenas estou a lamentar.

O beijo é algo sagrado dentro das relações Humanas.

Funciona como um termómetro dos sentimentos, muda de gosto e significado quando há envolvimento verdadeiro, e muitas vezes selam as relações para algo mais duradouro.

É um ritual de doação, de intimidade… de grande significado.

Mas isso…é a minha opinião, tão-somente. Porque “aprendi” a senti-lo de tal forma.

Lembro-me que certa vez levei um susto quando ouvi dizer que existem “baladas” de beijos… concursos de beijos… acho que era isso…

Mas como seria? fiquei imaginando…

Quando se tem filhos integrantes das novas gerações, é impossível não se preocupar.

Foi aí que parei para pensar: Qual seria o significado do beijo para  a atual geração? É brinquedo? É diversão? É…? É …?

Bom… deve ser tudo aquilo que eu sinceramente não consigo entender…

Sinto que o beijo se banalizou, e pior que isso… perdeu o sabor.

É uma pena!

Talvez ainda haja tempo de resgatá-lo no seu verdadeiro significado.

Mas, deixemos essa difícil tarefa para o amor…

Enquanto isso, até eu já aconselho…

-Beijar? Claro que sim! E muuuuuuuuuito! Mas com qualidade e com sentimento!

Afinal… por mais que nos pareça difícil,  a  tal da “evolução’ … sempre nos é possível…

 

Licença Creative Commons   Este trabalho de Antonio Casteleiro, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.antoniocasteleiro.com

   Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. Sobre o que escrevo, muitos dos que me lerem estarão de acordo e muitos outros discordarão. Não há mal nenhum nisso. Assim uns e outros saibam respeitar uma opinião contraria. Antonio Casteleiro.