Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. (antónio casteleiro)           SEJA SOCIAL          PARTILHE este blog           COMENTE individualmente os textos ou passe pelo LIVRO DE VISITAS ...


Home » Editorial

Separação conjugal!

17 Maio 2008 40.887 views Não Commentado

Antonio CasteleiroA maioria dos casamentos, requerem muita renúncia para serem levados até ao fim.

Frequentemente os casais confundem diferenças de gostos e ideais com incompatibilidade. É muito raro que as pessoas não apresentem tais diferenças.

É necessário aprenderem a dialogar e respeitarem-se mutuamente, e assim poderão viver em paz no lar. Mas o egoísmo leva o casal a agir de forma antagónica.

É recomendado esforço para melhorar-se a si próprio, tomando consciência dos seus defeitos corrigindo-os, auxiliando a melhoria da relação, possivelmente convertendo aversões do pretérito em razoável amizade.

A separação não será solução pois significará o protelamento de reajustes indispensáveis e, por conseguinte, a falência da união.

Quando envolve filhos, a separação pode significar profundas alterações de cariz imprevisível, desviando-os do curso da própria vida, em situações por vezes debilitantes e de graves consequências, vícios, desajustes psicológicos, etc.

Se for desejada por um dos cônjuges por fuga ao compromisso assumido, não haverá outra alternativa senão aceitá-la pacificamente.

Neste caso, se a relação implicava reajuste, aquele que sucumbiu ao seu compromisso será exigido resgate futuro.

Mesmo assim não devemos julgar os motivos de uma separação. Cada caso é um caso.

Licença Creative Commons   Este trabalho de Antonio Casteleiro, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.antoniocasteleiro.com

   Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. Sobre o que escrevo, muitos dos que me lerem estarão de acordo e muitos outros discordarão. Não há mal nenhum nisso. Assim uns e outros saibam respeitar uma opinião contraria. Antonio Casteleiro.