Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. (antónio casteleiro)           SEJA SOCIAL          PARTILHE este blog           COMENTE individualmente os textos ou passe pelo LIVRO DE VISITAS ...


Home » Editorial

Aprender a ser velho !

3 Janeiro 2009 76.229 views Não Commentado

Antonio CasteleiroO envelhecer deve ser visto como um processo contínuo de crescimento intelectual, emocional e psicológico. Deve ser o momento em que, ao olhar o que foi vivido, nos permitamos sentir alegria pelo que foi conseguido, apesar de serem reconhecidos alguns fracassos e erros.

A velhice começa por volta dos 65 anos e caracteriza-se por um declínio gradativo do funcionamento de todos os sistemas corporais. Entretanto, ao contrário do que muitos acreditam, a maioria das pessoas da terceira idade conservam um nível importante de suas capacidades cognitivas e psíquicas.

Embora em qualquer idade seja possível morrer, a velhice concentra um acúmulo de perdas. São amigos, familiares e colegas que se vão, além de ser necessário superar mudanças em vários sectores como no trabalho e na saúde. Torna-se importante elaborar a proximidade da própria morte, pois quem não pode aceitar sua finitude ou se sente frustrado com o curso que sua vida tomou, será invadido pelo desespero de perceber que o tempo é muito breve para recomeçar uma nova vida.

Saber envelhecer não é fácil, principalmente numa sociedade que cultiva o novo, as cirurgias plásticas, o poder e a produtividade. Saber envelhecer é um aprendizado contínuo, é aceitar as novas limitações que o tempo traz, é não encarar a aposentação como um vazio, mas aprender a usar e desfrutar desse momento livre para buscar momentos de prazer. É renunciar a uma antiga posição de autoridade e aceitar que um estilo de vida produtiva se fecha para que outro tipo de vida apareça.

Quem se recusa a aceitar as mudanças que essa fase da vida traz, pode viver em um constante stresse e pessimismo perante a perda de prestígio e do poder aquisitivo, além de ter uma reduzida auto-estima.

Um envelhecer repleto de sentido é aquele momento no qual predominam uma atitude contemplativa, sem ser estática, e reflexiva. É o momento em que a pessoa se reconcilia com seus fracassos, erros e defeitos, aceitando-se a si mesmo e aprendendo a desfrutar dos prazeres que essa etapa possibilita.

Licença Creative Commons   Este trabalho de Antonio Casteleiro, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.antoniocasteleiro.com

   Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia-a-dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. Sobre o que escrevo, muitos dos que me lerem estarão de acordo e muitos outros discordarão. Não há mal nenhum nisso. Assim uns e outros saibam respeitar uma opinião contraria. Antonio Casteleiro.